Entry Canada Immigration Consulting

Imigração

Validação de diploma no Canadá – Profissão: Enfermagem

Muitos Brasileiros vêm para o Canadá com o intuito de exercer sua profissão, porém, muitas delas exigem regulamentação antes de serem exercidas. Uma delas é a profissão de Enfermeiro(a). Neste artigo explicaremos como passar por este processo de validação do diploma.

Existem muitas profissões regulamentadas no Canadá, principalmente na área da saúde. Profissionais estrangeiros, formados em uma destas áreas, e que queiram exercer sua profissão no Canadá, precisam estar devidamente regulamentados junto ao órgão regulamentador de sua profissão, na província em que queiram atuar.

Conversamos com a Daniela Moreira, formada em enfermagem no Brasil. Ela nos contou como foi sua experiência para regulamentar sua profissão no Canadá. Confiram as dicas valiosas que ela compartilhou conosco.

 

  1. Entry Canada: Qual sua formação, onde e quando se formou?

Daniela Moreira: Sou formada em Enfermagem pela Universidade de Brasília desde fevereiro de 2005.

 

  1. Entry Canda: Qual visto você tem atualmente para residir no Canadá?

Atualmente tenho a residência permanente.

 

  1. Entry Canda: Para dar início à regulamentação da profissão de enfermagem, você precisa ter a residência permanente ou pode ter uma permissão de estudo/trabalho?

Não precisa. Eu vim com o visto de estudo. Consegui o PR (Permanent Resident/Residência permanente) estando já aqui no Canadá. Cheguei em agosto de 2016 e fiz o landing em agosto de 2017.

 

  1. Entry Canda: É necessário residir no Canadá para iniciar o processo de regulamentação?

Não. É perfeitamente possível dar entrada no processo estando no Brasil. Foi o que eu fiz.

 

  1. Entry Canda: Atualmente, você está trabalhando na área de saúde?

Sim. Finalizei meu processo e trabalho como enfermeira na UTI do Hospital da Universidade de Alberta em Edmonton.

 

  1. Entry Canda: Sobre o processo de regulamentação, poderia explicar detalhadamente o passo a passo? 

– Qual é o órgão regulamentador de sua profissão?

College of Registered Nurses of Alberta – CARNA (www.nurses.ab.ca)

– Como e quando começar o processo de regulamentação?

O quanto antes! O processo é moroso e burocrático. Quanto mais cedo começar, melhor. Primeira coisa, eu diria: IELTS. E bom IELTS. A nota exigida pelo CARNA é alta e você precisa atingir a nota ANTES de enviar qualquer documentação. Em resumo, com o IELTS em mãos, você envia o resultado + documentos adicionais (documentos da faculdade mostrando o currículo do curso, documentos do COREN mostrando que você não tem nenhum processo profissional contra e comprovante de experiência mostrando que você tem, no mínimo, 2025 horas de trabalho) para uma entidade chamada NNAS. Essa entidade avalia se você é admissível e, se sim, te encaminham para registro no CARNA. Daí o CARNA avalia o seu currículo e experiência e determina se você precisa fazer algum curso. Tipicamente, como enfermeiro graduado internacionalmente, você vai precisar fazer um curso. Esse curso chama Bridge to Canadian Nursing (BCN).

– Aproximadamente, qual é a duração deste processo?

A duração do processo depende da avaliação do NNAS e do CARNA.

O meu caso foi uma super exceção, porque eu estava sem pressa (motivos pessoais) e acabei não respondendo as demandas rapidamente. A duração do BCN é em geral de 10 meses, podendo ser maior se o estudante reprovar alguma matéria ou perder algum prazo de registro. Eu diria que, em geral, uma vez que você inicia o processo, seria cerca de 6-8 meses para ter o aval do CARNA para fazer o BCN. Aqui eu queria fazer uma explicação:

  1. O BCN só é feito na Mount Royal University em Calgary. É a única universidade na província inteira que oferece o curso. São 30 vagas no semestre de inverno (que começa em janeiro) e 60 vagas no semestre de outono (que começa em setembro). Porém, o semestre de janeiro é exclusivo para quem tem PR. Ou seja, muitos de nós temos que esperar para começar o semestre em setembro. Digo isso porque, mesmo que o CARNA avalie seus documentos em abril de 2018 (por exemplo), você só conseguiria começar o curso em setembro de 2019. O deadline para o semestre de outono é 1 de abril. Como o semestre de janeiro é exclusivo para PR, você só poderia se matricular para o próximo semestre de outono – foi exatamente o que aconteceu comigo.
  2. Não é possível se matricular no BCN sem referência do carna. Ou seja, o BCN é uma etapa no meio do processo. Não adianta querer fazer o BCN antes de começar o processo. Apenas pessoas com carta de referência do CARNA podem se matricular nesse curso. Digo isso porque já vi muitas pessoas pesquisando sobre o BCN antes de pesquisar sore o registro no CARNA.
  3. A faculdade não cobra um valor diferenciado para quem não tem PR (para esse curso especificamente)! O valor do curso, em geral, gira em torno de 6000 CAD.

   – Poderia explicar como funciona o procedimento? Provas teóricas e práticas?

Comece enviando os documentos para o NNAS. Eles vão avaliar e dizer se você pode prosseguir com o processo. Daí você envia os documentos para o CARNA.

Depois da avaliação do NNAS, o CARNA decide se você tem que fazer uma avaliação das suas habilidades de Enfermagem. Se você tiver que fazer isso, é uma prova teórico-prática de 5 dias que só pode ser feita aqui no Canadá. Depois o CARNA decide quais as disciplinas do BCN que você vai precisar cursar. Então você se matricula no BCN e começa o curso. O curso dura no mínimo 10 meses e no máximo 2 anos. Depende se você reprovar alguma matéria ou perder algum prazo. O meu durou 14 meses porque tive que refazer o IELTS e acabei perdendo o prazo de inscrição para o estágio. Tive que esperar 3 meses para começar o estágio. Esse estágio é uma prática clínica ao final das aulas teóricas. É um estágio não remunerado e faz parte do curso; apenas para que o aluno tenha vivência prática e possa aplicar os conhecimentos teóricos aprendidos. É uma das disciplinas do curso, mas, como é no hospital, tem alguns pré-requisitos (como vacinação em dia, por exemplo). Dura 6 semanas e é horário integral.

Depois que você finaliza o BCN, o próximo passo é fazer o NCLEX (prova de ordem que todo enfermeiro tem que fazer. Eu compararia com a prova da OAB). DICA: Você pode trabalhar enquanto não faz o NCLEX, caso consiga emprego.

    – Existe um tempo mínimo exigido entre provas teóricas e/ou práticas?

O tempo exigido é o curso natural do programa. Como na faculdade, você só pode fazer a prova de anatomia no final do semestre, por exemplo.

     – Caso você não passe em uma das provas, existe um tempo mínimo para tentar novamente? 

Não.

 – Quais são os documentos necessários para iniciar o processo?

IELTS (notas exigidas: 7 no writing, 6 no reading, 7.5 no listening, 7 no speaking.)

Formulários, de acordo com o site. Os formulários devem ser enviados para o COREN, a universidade onde você se formou e os seus empregadores para comprovação de experiência. Além de documentos pessoais, como: certidão de nascimento/casamento, histórico escolar, todos traduzidos por tradutor juramentado.

       – Você fez algum curso preparatório? Recomendaria fazer?

Fiz curso preparatório para o IELTS. Sim, recomendo fazer ou, pelo menos, se familiarizar com a prova. Não considero necessário nenhum curso preparatório para o curso de Enfermagem especificamente.

Para o NCLEX, fiz um curso online chamado UWORLD. Me deu uma boa noção de como seria a prova, mas é sim possível estudar por outras fontes.

     – Quanto tempo você aconselha se dedicar aos estudos das provas?

Sobre as provas do BCN, o estudo depende de quão familiarizado você está com a disciplina. Eu recomendo estudar o quanto der. Mas não deixe de sair, se divertir, trabalhar ou fazer o que quer que seja em virtude disso. Sobre o NCLEX, recomendo que comece a estudar assim que começar o curso. Não fiz isso e me arrependi. Graças a Deus passei de primeira, mas fiquei insegura e estressada.

     – Em quanto tempo o resultado das provas é divulgado?

Sobre as provas do BCN: O resultado em geral é divulgado em alguns dias. Sobre o NCLEX, o resultado demora mais ou menos 1 semana.

 

  1. Entry Canada: Após êxito em todo processo, você pode começar a exercer a função de enfermeira no Canadá sem ter ainda a residência permanente?

Tecnicamente, sim. Acredito que seja mais difícil, porém, conseguir emprego. Mas não há empecilho legal.

  1. Entry Canada: Você percebe alguma diferença entre os papéis e responsabilidades da enfermeira no Canadá se comparados ao Brasil? Caso positivo, poderia citar alguns exemplos?

Com certeza!! Temos muito mais autonomia aqui. O enfermeiro é realmente o centro do cuidado ao paciente. A equipe depende da avaliação do enfermeiro para tomar as condutas. O conhecimento e avaliação da enfermeira são bastante respeitados. Muitos procedimentos exigem retaguarda médica, como no Brasil; mas aqui a atuação é mais independente.

  1. Entry Canada: Quantas categorias de enfermagem o Canadá possui?

Três. LPN (Licensed Practical Nurse) seria como o técnico de enfermagem no Brasil, com algumas diferenças. RN (Registered Nurse) seria o enfermeiro no Brasil. E NP (Nurse Practitioner) difícil explicar, não temos nada parecido no Brasil. É uma enfermeira especializada que se torna potencialmente a referência de cuidado para o paciente. A RN faz um mestrado específico para se tornar NP. E a NP tem uma área de atuação bem mais ampla (prescrição, decisão de conduta, etc).

  1. Entry Canada: Por favor comente algo que ache pertinente e que não foi listado nas perguntas.

Eu era servidora pública no Brasil há 7 anos. Pedi exoneração, vim sozinha, não conhecia ninguém… E não me arrependo hora nenhuma de ter decidido vir. É super pessoal, mas, na minha opinião, valeu muito a pena!

Sobre o salário: existe um piso (para a maioria dos empregadores, não todos). O salário varia de 36.86 a 48.37$ por hora, de acordo com sua experiência. Fins de semana, noites e feriados recebem adicionais. A experiência no Brasil pode ser reconhecida para fins salariais.

O processo é lento, moroso e burocrático, mas é possível! O único empecilho é o idioma. O restante é factível. Não desista!! Coisas boas acontecem para quem tem paciência e fé. Se eu puder dar duas dicas:  1. Venha! 2. Comece o processo agora!

Eu sou muito apaixonada pela minha profissão e pela escolha que fiz em vir para o Canadá. AMO compartilhar isso!

 

Aos interessados, recomendamos entrar em contato com o órgão regulamentador para obtenção de informações e valores atuais.

Gostou de saber um pouco mais sobre o Canadá? Fale com a nossa consultora de imigração credenciada e descubra a melhor maneira de imigrar para o Canadá: info@entrycanada.com

Compartilhar esse artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Contato

Gostaria de agendar uma consultoria, tirar uma dúvida ou deixar um comentário para nós?

Envie uma mensagem abaixo e entraremos em contato o mais breve possível.

Fechar Menu